Talvez você não tenha ouvido muito sobre o sistema TEF, mas ele pode ser um grande aliado durante a administração do caixa. Proporcionando ao lojista ganhar tempo e ter mais controle sobre as vendas do estabelecimento.

Para começar, vamos a definição: TEF significa “Transferência Eletrônica de Fundos”. Sua função é automatizar o processo de captura de dados do cartão, evitando assim, erros de lançamento no sistema da loja e ainda facilitando o processo de conciliação de contas a receber.

Confira o vídeo abaixo sobre o que é TEF:

 

 

 Quais as vantagens?

Um sistema TEF integrado ao sistema de vendas traz inúmeras vantagens para o seu negócio, como agilidade, controle, prevenção contra fraudes e maior autonomia com relação as taxas.

Multiadquirência:

Com um sistema TEF, sua loja pode ter várias operadoras configuradas para transacionarem conforme a bandeira do cartão inserida. Ou seja, você pode configurar previamente qual a operadora (Stone, Rede, Cielo) deve ser utilizada para realizar a transação de uma determinada bandeira automaticamente. Garantindo assim sempre a utilização da menor taxa pré-acordada.

 Agilidade no atendimento:

Como o TEF é integrado ao sistema de vendas, o lançamento do valor da compra é realizado automaticamente na maquininha de cartão. Isso diminui o tempo do cliente no caixa, já que o operador não precisará digitar os valores manualmente para finalizar a compra.

Maior controle sobre as vendas:

O sistema TEF gera relatórios em tempo real de todas as vendas e operadoras cadastradas. Assim, o lojista tem mais conhecimento sobre tudo que está transacionando, conferindo valores entre outras eventualidades que podem ocorrer. Além disso, alguns sistemas TEF possuem um portal online que pode ser acessado de qualquer lugar, garantindo ainda mais agilidade e controle das vendas.

Previne fraudes:

O TEF pode ser um aliado no combate a fraudes com vendas em cartões. Muitas vezes causadas por algum funcionário durante o recebimento do pagamento, o sistema TEF reduz parte da autonomia do operador por realizar muitas das tarefas do pagamento automaticamente, diminuindo assim, possíveis prejuízos.

Quer saber mais sobre os tipos de fraude com vendas em cartão? Leia no nosso artigo: 6 principais riscos para quem trabalha em cartão e como evitá-los.

 

Na prática, como é feita uma venda com TEF?

Após registrar os itens vendidos no sistema, o caixa escolhe a forma de pagamento cartão.

O valor é diretamente enviado ao sistema de TEF, sem necessidade de digitá-lo em outros equipamentos, evitando erros. O aplicativo TEF solicita para os autorizadores o débito ou crédito da transação na conta do consumidor.

Ao receber a resposta, ele envia todos os detalhes da aprovação para o sistema de vendas, que imprime o documento fiscal e o recibo da transação.

Sistemas TEF ajudam a melhorar a experiência do cliente durante a compra, dando mais praticidade a muitos processos, além de oferecer ao lojista mais controle sobre as vendas, evitando assim, possíveis prejuízos.

 

Escrito por:
Renan Carvalho
Analista de Marketing na Cappta.

 

A Cappta é uma empresa especializada na captura de pagamentos eletrônicos e empresa gestora do Blog Capptaí. Nasceu em 2011 como uma solução completa para o varejista e simples para o usuário. Conheça as soluções e diferenciais em: www.cappta.com.br

 

Se sua empresa também é apaixonada pelo varejo e especialista em alguma área, envie também seu artigo: redacao@capptai.com.br

 

Posts Relacionados

Comentários