O processo de rebaixamento de preço consiste em reduzir o preço de venda do produto, a partir de um acordo com o fornecedor, no qual o supermercado terá um crédito por mercadoria vendida. Na prática, o fornecedor está reduzindo o preço de um produto que já foi comprado pelo supermercado.

Para o supermercadista, essa atividade é importante para evitar perdas de produtos e para acompanhar o movimento do mercado, sendo uma estratégia para combater promoções de concorrentes.

Rebaixamento de preço: importância para seu supermercado

Principais situações que acontecem o rebaixamento de preço

No dia a dia da operação de um mercado acontecem duas situações em que se torna necessário realizar o rebaixamento de preço:

1. Rebaixamento de preço de produtos com vencimento próximo:

Nessa situação, ao perceber que um lote de mercadoria está com vencimento próximo, o varejista procura o fornecedor e realiza um acordo para reduzir o valor do produto sem que altere a margem do mesmo.

Para fomentar as vendas e acabar com o estoque, o fornecedor autoriza a redução de preços. Como o mercado já comprou os produtos, será gerado um crédito com o fornecedor a cada venda.

Para a concretização desse tipo de acordo, o varejista precisa se preocupar em realizar um acordo de troca/devolução de produtos vencidos, assegurando que as perdas não se transformem em grandes prejuízos.

Adendo: é importante ter esse tipo de acordo com o fornecedor, para evitar o incentivo do vendedor do fornecedor de “empurrar” produtos que não terão saída. Assim, se o mercado tiver esse acordo, o fornecedor tende a ser mais consciente ao sugerir vendas.

A lógica do rebaixamento de preço nessa situação é que para o fornecedor, o custo de logística reversa é muito alto, sendo melhor fomentar a venda, mesmo com um valor menor.

Outro ponto é que existe um problema prático para descartar produtos vencidos, além do trabalho de descartar as mercadorias, em termos legais, é necessário um laudo para a jogar fora produtos vencidos, junto a ANVISA. No entanto, normalmente essa operação é realizada por meio da emissão de NFe de quebra/perda.

Exemplo prático dessa situação de rebaixamento de preço:

O mercado comprou o produto X por R$ 2,10 com seu fornecedor. Esse produto está próximo do vencimento, assim ele negocia com o fornecedor de reduzir o valor para R$ 1,50, possibilitando um preço de venda agressivo para acabar com o estoque.

Dessa forma, a cada venda, o software do mercado controlará a quantidade vendida e o valor do crédito total – no caso, R$ 0,60 por unidade.

2. Rebaixamento de preço para competir com a concorrência

A segunda situação ocorre quando o supermercadista observa que um de seus concorrentes está com um preço muito inferior ao seu.

Para incentivar a venda do produto, o fornecedor autoriza o desconto em determinado produto, oferecendo um crédito em cada item vendido no período de tempo estabelecido para a promoção – normalmente o mesmo período do panfleto do concorrente.

Esse rebaixamento do preço permite que o supermercadista consiga competir com o concorrente, para o fornecedor, é uma estratégia para aumentar as vendas e agradar seu cliente.

Exemplo dessa situação de rebaixamento de preço:

Por meio de uma pesquisa de preço, você descobriu que seu concorrente anunciou uma promoção de um determinado produto por R$3,50 durante o final de semana. Esse mesmo produto, está sendo vendido no seu supermercado pelo valor de R$ 4,50, sendo que, fazendo seus cálculos, seria impossível vender a R$ 3,50 mantendo uma margem aceitável.

Sabendo dessa promoção, você entra em contato com o fornecedor e negocia uma rebaixamento de preço de, digamos, R$ 1,00 por unidade vendida.

Dessa forma, durante esse final de semana, todos os produtos X serão vendidos por R$ 3,50, enquanto a cada item vendido o fornecedor deverá pagar R$ 1,00 para seu o supermercado.

Importância da automatização por meio de um sistema de gestão

Como o crédito será realizado a partir da venda, é preciso que o sistema faça esse controle, com definição de período de tempo que será válido o rebaixamento de preço e quantidade de produtos que entram nessa condição.

Somente com a utilização de um sistema de gestão é possível controlar essa operação. Depois de terminado o período ou a quantidade do rebaixamento, o sistema gera automaticamente um débito de fornecedor, para a empresa em questão.

Além disso, assim que terminar as condições do rebaixamento de preço (tempo ou quantidade) o sistema automaticamente volta o produto para o preço “padrão”, não oferecendo mais o desconto.

Rebaixamento de preço é importante para não ter perdas e aumentar resultados

Implantar processos que permitam que o seu supermercado utilize o rebaixamento de preço é uma estratégia essencial para não ter perdas, tanto de produtos como de venda. Estabelecer condições favoráveis com o fornecedor, contar com um software de gestão qualificado e treinar a equipe para essa tarefa são os principais processos.

Adotando essa prática em seu negócio você garante que o número de perdas de produtos por vencimento seja reduzido e também garante que conseguirá competir com o preço praticado pelo concorrente, mantendo suas margens.

 

Escrito por:
InfoVarejo

A InfoVarejo, é um portal de profissionais do ramo, desenvolvido para ajudar os varejistas do Brasil a superarem os desafios do dia a dia. Com muito conteúdo de qualidade, suas matérias são produzidas por colunistas especialistas no assunto.  Conheça mais sobre a InfoVarejo em: www.infovarejo.com.br

Se sua empresa também é uma apaixonada pelo varejo, envie também seu artigo: redacao@capptai.com.br

Posts Relacionados

Comentários